Programação completa

Você está aqui:
10h00 - 12h00

Abertura

Cerimônia de abertura do 34º Encontro Técnico AESabesp

12h00 - 14h00

Intervalo para almoço

14h00 - 15h30
Cantareira 2

MESA REDONDA

Gestão de emissões de gases de efeito estufa: desafios para o setor de saneamento

Objetivo: Promover o debate e a difusão de ações e projetos de gestão de emissões de gases de efeito estufa em atividades de saneamento, visando a troca de experiências e o aprimoramento do setor nessa temática.

Coordenador: Nilzo

Sabesp

Coordenador: Hilton

Sabesp

Coordenadores:

Rubens Marques

AESAN - Associação dos Especialistas em Saneamento

Alzira Garcia

AESAN - Associação dos Especialistas em Saneamento

Moderador:

Oswaldo Lucon

SEMIL - Secretaria do Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística do Estado de São Paulo

Palestrantes:

Ana Lúcia Szajubok

SABESP - Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo

Pedro Luís Franco Prado

SANEPAR - Companhia de Saneamento do Paraná

Nelson Cunha Guimarães

COPASA - Companhia de Saneamento de Minas Gerais

14h00 - 15h30
Cantareira 3

MESA REDONDA

Os avanços em drenagem e resíduos sólidos nas cidades e perspectivas futuras

Objetivo: Saneamento básico contempla os serviços públicos, infraestruturas e instalações operacionais para o abastecimento de água, esgotos sanitários, resíduos sólidos e drenagem urbana. O Marco Legal do Saneamento tratou muito sobre os dois primeiros e pouco sobre drenagem e resíduos sólidos. A questão a ser discutida é quais os avanços foram alcançados e quais são necessários para um patamares de desenvolvimento sanitários podemos vislumbrar no país.

Coordenador: Nilzo

Sabesp

Coordenador: Hilton

Sabesp

Coordenadores:

Viviana Borges

AESabesp - Associação dos Engenheiros da Sabesp

Luciomar Werneck

AESabesp - Associação dos Engenheiros da Sabesp

ModeradorA:

Samanta T. Souza

Secretaria de Recursos Hídricos e Saneamento do Estado de São Paulo

Palestrantes:

Marcos Monteiro

Secretaria de Infraestrutura do Municipio de São Paulo

Mara Ramos

DAEE - Departamento de Águas e Energia Elétrica

Pedro Maranhão

Economista

14h00 - 15h30
Cantareira 4

MESA REDONDA

Avanços na gestão de ativos

Objetivo: Monitoramento e controle de ativos (CMA) no setor de saneamento, apresentar boas práticas de gestão de ativos e GVA em empresas

Coordenador: Nilzo

Sabesp

Coordenador: Hilton

Sabesp

Coordenadores:

Paulo Levy

AESabesp - Associação dos Engenheiros da Sabesp

Nilzo Fumes

AESabesp - Associação dos Engenheiros da Sabesp

Moderadora:

Ivana Wuo Pereira Vidal

SABESP - Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo

Palestrantes:

Marco Antonio

SABESP - Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo

14h00 - 15h30
Cantareira 5

MESA REDONDA

Transformação digital na busca da eficiência e sustentabilidade no setor de saneamento ambiental

Objetivo: Nesta mesa redonda, os participantes discutirão como as tecnologias digitais, incluindo IoT, análise de dados, inteligência artificial e outras, estão sendo aplicadas para melhorar a eficiência e sustentabilidade no setor de saneamento ambiental. Serão abordados desafios e oportunidades, bem como cases de sucesso de transformação digital no setor, para inspirar novas soluções e práticas. A mesa redonda também explorará questões éticas e regulatórias relevantes para o uso da tecnologia no saneamento ambiental. / Apresentação de ferramentas aplicadas no setor de saneamento básico como por exemplo georeferencimento,atendimento a clientes, Iot, automação de processos, entre outros.

Coordenador: Nilzo

Sabesp

Coordenador: Hilton

Sabesp

Coordenadores:

Hilton Alexandre

AESabesp - Associação dos Engenheiros da Sabesp

Nilton Gomes

AESAN - Associação dos Especialistas em Saneamento

Nilzo Fumes

AESabesp - Associação dos Engenheiros da Sabesp

Pierre Siqueira

AESAN - Associação dos Especialistas em Saneamento

Moderador:

Nivaldo Rodrigues da Costa Junior

SABESP - Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo

Palestrantes:

Daniel Rodrigues

Pieracciani Desenvolvimento de Empresas

Murillo Borges

Iguá Saneamento

Rafael Costa Strauch

SABESP - Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo

15h30 - 16h00

Intervalo

16h00 - 16h40
Cantareira 2

TRABALHOS TÉCNICOS - APRESENTAÇÃO ORAL

16h00 - 16h20 - REFLEXÕES SOBRE A CONTRATAÇÃO DE PROJETOS DE SANEAMENTO BÁSICO NA METODOLOGIA BIM – ESTUDO DE CASO DE APLICAÇÃO EM SAA
FABIO YUGO FUJII
16h20 - 16h40 - METODOLOGIA INOVADORA PARA EXTRAÇÃO DE DESENHOS EM PROJETOS DE SANEAMENTOS ELABORADO EM BIM
BEATRIZ MARQUES ROLLIM

16h00 - 16h40
Cantareira 3

TRABALHOS TÉCNICOS - APRESENTAÇÃO ORAL

16h00 - 16h20 - AGILIDADE EM CONTRATAÇÕES PUBLICAS
MARINA DE MOURA CAMPOS
16h20 - 16h40 - ANÁLISE DOS PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SANEAMENTO BÁSICO QUANTO À INICIATIVAS RELATIVAS À MUDANÇA DO CLIMA COM FOCO EM RISCOS FÍSICOS E DE TRANSIÇÃO
LAíS ALVES SOUZA

16h00 - 16h40
Cantareira 4

TRABALHOS TÉCNICOS - APRESENTAÇÃO ORAL

16h00 - 16h20 - SISTEMA DE CONTROLE E MEDIÇÃO DE PARÂMETROS OPERACIONAIS EM ESTAÇÕES ELEVATÓRIAS DE ESGOTO
RAFAEL FRANCIS LEITE
16h20 - 16h40 - APLICAÇÃO DE TECNOLOGIAS DE MARCAÇÃO PARA LOCALIZAR TUBULAÇÕES PLÁSTICAS DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA
ALLAN SADDI ARNESEN

16h00 - 16h40
Cantareira 5

TRABALHOS TÉCNICOS - APRESENTAÇÃO ORAL

16h00 - 16h20 - ESTUDO DO COMPORTAMENTO DA SALINIDADE NAS ÁGUAS DO RIO ITAPANHAÚ E NO LENÇOL FREÁTICO DA REGIÃO OCUPADA POR RESTINGA
KLAUSS WAGNER DARDIN
16h20 - 16h40 - ESTUDO GRAVIMÉTRICO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS DOMICILIARES, REJEITOS DE TRIAGEM DAS COOPERATIVAS E DOS RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL ORIUNDOS DAS ESTAÇÕES DE COLETA E PONTOS DE DESCARTE IRREGULARES NO MUNICÍPIO DE SANTO ANDRÉ.
CARLOS FERNANDO RIOLI DUARTE DE SOUZA

16h40 - 17h40
Cantareira 2

PAINEL

Reciclagem de resíduos sólidos - triagem manual e mecanizada, cenário atual e o que há para superar

Objetivo: A triagem dos resíduos sólidos têm um papel importante no processo de reciclagem dos resíduos assegurando que os mesmos sejam reutilizados ou transformados em novos materiais. Com o compromisso de ampliar a coleta seletiva no município de São Paulo foram desenvolvidas centrais mecanizada de triagem de resíduos recicláveis, no entanto, a triagem manual ainda ocorre, no âmbito das cooperativas de catadores. Neste contexto, será apresentado o cenário atual, as perspectivas futuras para o setor e o que há para superar.

Coordenadores:

Alzira Garcia

AESabesp

Jesus Gomes

Waste Expo

palestrantes:

Delaine Romano

Forum Lixo & Cidadania do Estado de SP e ABES-SP

Fabrício Soler

Instituto PNRS - Política Nacional de Resíduos Sólidos

Tatiana Ciardi

Grupo Solví

16h40 - 17h40
Cantareira 3

PAINEL

Indicadores de melhoria na qualidade de vida da população nos municípios

Objetivo: Demonstrar indicadores de qualidade de vida da população em regiões/municipios com atendimento universalizado comparando-se com outros em situações com serviços de baixa eficiência

CoordenadoreS:

Hilton Alexandre

AESabesp - Associação dos Engenheiros da Sabesp

Nilzo Fumes

AESabesp - Associação dos Engenheiros da Sabesp

Pierre Siqueira

AESabesp - Associação dos Engenheiros da Sabesp

palestrantes:

Luana Pretto

Instituto Trata Brasil

16h40 - 17h00
Cantareira 4

MOMENTO CORPORATIVO

Revolucionando o Saneamento com Inovação Estratégica para Processos com Impacto Sustentável.

Investigar os desafios e oportunidades no saneamento e tratamento de água, ressaltando a conexão com a saúde pública. Abordaremos avanços visando eficiência e sustentabilidade, com ênfase na estratégia de diagnóstico remoto para equipamentos essenciais, utilizando tecnologia para aprimorar a manutenção preventiva e reforçar a confiabilidade operacional.

16h40 - 17h00
Cantareira 5

MOMENTO CORPORATIVO

Fato ou Ficção: Por que o uso de soluções digitais inovadoras pode enfrentar de frente os desafios da água e do saneamento

Os avanços digitais são a resposta que conecta pessoas e soluções para entender melhor as águas subterrâneas e superficiais e para planejar, projetar, construir e operar infraestruturas de água, esgoto e águas pluviais mais eficientes e resilientes. Mas nem todas as soluções são adequadas devido à falta de financiamento, restrições de tempo, limitações de tecnologia e mão de obra. A sessão abordará como os serviços públicos podem superar desafios de água e saneamento com as soluções de gêmeos digitais da Bentley para garantir serviços seguros e confiáveis.

17h00 - 17h20
Cantareira 4

MOMENTO CORPORATIVO

Trituradores - Uma alternativa inteligente para o pré-tratamento de esgoto

Difundida globalmente, a tecnologia de trituradores de duplo-eixo tem se tornado uma realidade no Brasil, sendo uma alternativa eficiente para a proteção de bombas e outros sistemas no tratamento de esgoto, proporcionando economia significativa com custos de manutenção e de operação em estações elevatórias. Lider mundial em tecnologia, a alemã Vogelsang tem sido um agente importante na mudança desse paradigma no Brasil, com projetos relevantes já em operação na GS Inima e Sabesp, além de outros projetos em fase de implementação e desenvolvimento.

17h00 - 17h20
Cantareira 5

MOMENTO CORPORATIVO

Evolução da instrumentação analítica online – Tecnologia e manutenção.

A Swan apresentará alguns exemplos de monitoramento de parâmetros analíticos online, demonstrando a evolução de seus princípios de funcionamento, proporcionando redução de custos operacionais.

17h20 - 17h40
Cantareira 4

MOMENTO CORPORATIVO

Software de gestão de Engenharia de Operação para sistemas de saneamento básico - Smart Sanitation System

O S3 Smart Sanitation System e um sistema de coleta de dados, baseado em “cloud system”, realizando monitoramento, emissão automática de diagnósticos, indicadores e relatórios de engenharia de operação aplicados à todas A unidades dos sistemas de abastecimento de água – captação, poços, adução, tratamento e distribuição, e sistemas de esgotamento sanitário – coleta, afastamento e tratamento (públicos ou privados) aplicável ao processos e/ou sistemas unitários e integrados de qualquer porte.

17h20 - 17h40
Cantareira 5

MOMENTO CORPORATIVO

Saneamento sustentável: performance e circularidade

Como trazer novas tecnologias e sistemas digitais para o saneamento que garantam uma gestão de águas e efluentes mais sustentável?
Traremos o case das Biofactorias (ou Biofábricas), centros de tratamento de água e esgoto com modelos circulares, onde se produz recursos valiosos provenientes de fonte considerada descarte. Essa solução associa processos eficientes com o uso e otimização de tecnologia, através da auto suficiência energética, reutilização da água e recuperação dos resíduos, impulsionando o desenvolvimento econômico das cidades e indústrias, sem impacto no meio ambiente.

09h00 - 10h40
Cantareira 2

TRABALHOS TÉCNICOS - APRESENTAÇÃO ORAL

09h00 - 09h20 - IMPULSIONAMENTO DE INOVAÇÃO COM NORMALIZAÇÃO TÉCNICA – O CASO DO COLAR DE TOMADA INTEGRADO NTS 355
ALLAN SADDI ARNESEN
09h20 - 09h40 - PROGRAMA COMPUTACIONAL PARA AVALIAÇÃO DE ETES COMO FERRAMENTA DE GESTÃO E ETAPAS PARA IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA NA SABESP
NATáLIA TABARELI MONZANE SOUSA
09h40 - 10h00 - A GESTÃO DO CONHECIMENTO NAS LICITAÇÕES DE OBRAS, SERVIÇOS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA: O CASO DA CÉLULA DE SUPRIMENTOS E CONTRATAÇÕES DA UNIDADE DE NEGÓCIO SUL – MS, DA DIRETORIA METROPOLITANA – M.
MARCUS VINICIUS DOS REIS VENDITTI
10h00 - 10h20 - AÇÕES DE COMBATE AO VANDALISMO NAS ESTAÇÕES ELEVATÓRIAS DE ESGOTOS – CASES DE SUCESSO NA UNIDADE DE NEGÓCIO SUL DA SABESP
RICHARD WELSCH
10h20 - 10h40 - EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM SANEAMENTO: ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO ONLINE EM TEMPOS DE PANDEMIA DO COVID-19
LUDMILA ESTEVES DE OLIVEIRA COSTALONGA

09h00 - 10h40
Cantareira 3

TRABALHOS TÉCNICOS - APRESENTAÇÃO ORAL

09h00 - 09h20 - INFLUÊNCIA DE VAZÕES PARASITÁRIAS PROVENIENTES DE ÁGUA DE CHUVA NO DIMENSIONAMENTO E CUSTO DO TRATAMENTO DE EFLUENTES DAS ESTAÇÕES
ANDRE R. MIGUEL
09h20 - 09h40 - CRITéRIOS E PADRõES PARA REUSO RESTRITO DE ESGOTO TRATADO EM IRRIGAçãO
MARIA DE FATIMA DE LIMA
09h40 - 10h00 - UTILIZAÇÃO DO COEFICIENTE DE MARÉ PARA ALTERAÇÃO DO DESCARTE DE LODO EM UMA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO COM INFLUÊNCIA DE ÁGUA SALOBRA
IULI THEISEN ANDERSEN DA SILVA ESCALANTE
10h00 - 10h20 - GESTÃO INTEGRADA DE SISTEMAS DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO
JAIRO SOARES ARAUJO
10h20 - 10h40 - ORIENTAÇÃO PREVENTIVA PARA INTERLIGAÇÃO DOMICILIAR À REDE COLETORA PÚBLICA DE ESGOTO
DALVA SCHNORRENBERGER

9h00 - 9h20 - ANÁLISE EXPLORATÓRIA DE DADOS E PROPOSTA DE NORMATIZAÇÃO DOS PRAZOS PARA REPOSIÇÃO DE PAVIMENTOS NOS MUNICIPIOS REGULADOS E FISCALIZADOS PELA ARSESP – AGÊNCIA REGULADORA DE SERVIÇOS PÚBLICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO
LUIS ROBERTO PEREIRA DO NASCIMENTO

09h00 - 10h40
Cantareira 4

TRABALHOS TÉCNICOS - APRESENTAÇÃO ORAL

09h00 - 09h20 - RECUPERAÇÃO E PROTEÇÃO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO SUJEITAS A ATAQUE QUÍMICO POR ÁGUA DESMINERALIZADA
ULISSES MENDES GRIZOTTI
09h20 - 09h40 - IDENTIFICAÇÃO DE HORMÔNIOS ESTRÓGENOS EM ÁGUAS SUPERFICIAIS DE LAVRAS-MG E DESENVOLVIMENTO DE ADSORVEDORES PARA A REMOÇÃO
ISAEL APARECIDO ROSA
09h40 - 10h00 - PERFURAÇÃO EM ROCHA EM PEQUENOS DIÂMETROS: DESAFIOS E SOLUÇÕES
EDSON PEEV
10h00 - 10h20 - DIRETRIZES PARA UTILIZAÇÃO DE LASER SCANNER EM OBRAS DE ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTO MODELADAS EM BIM COMO FERRAMENTA DE APOIO À AUDITORIA INTERNA
WILLIAM CLAUDIO ALVES JULIAN
10h20 - 10h40 - AVALIAçãO DA IMPLANTAçãO DE TECNOLOGIA LORA PARA TELEMETRIA DE PONTOS CRíTICOS EM SISTEMAS DE DISTRIBUIçãO DE áGUA
LINECKER KUREBAYASHI PIMENTEL

9h00 - 9h20 - ANÁLISE EXPLORATÓRIA DE DADOS E PROPOSTA DE NORMATIZAÇÃO DOS PRAZOS PARA REPOSIÇÃO DE PAVIMENTOS NOS MUNICIPIOS REGULADOS E FISCALIZADOS PELA ARSESP – AGÊNCIA REGULADORA DE SERVIÇOS PÚBLICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO
LUIS ROBERTO PEREIRA DO NASCIMENTO

09h00 - 10h40
Cantareira 5

TRABALHOS TÉCNICOS - APRESENTAÇÃO ORAL

09h00 - 09h20 - LODO DE ESGOTO EM CONCRETO COMO SUBSTITUTO PARCIAL DO AGREGADO MIÚDO
LILIANE FROSINI ARMELIN
09h20 - 09h40 - EMPREGO DO RLF-BFC PARA A POTABILIZAÇÃO DE ÁGUA DE ABASTECIMENTO PÚBLICO EM ÁREA DESASSISTIDA POR COMPANHIA DE TRATAMENTO DE ÁGUA
ALCIONE APARECIDA DE ALMEIDA ALVES
09h40 - 10h00 - APLICAÇÃO DE MODELOS PREDITIVOS DE MACHINE LEARNING PARA PARÂMETROS DE QUALIDADE EM ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE EFLUENTES
JULIANA NEVES
10h00 - 10h20 - APLICAÇÃO DE PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO COMO PRÉ-OXIDANTE EM SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ÁGUA PARA MINIMIZAÇÃO DA FORMAÇÃO DE SUBPRODUTOS HALOGENADOS
MARIA LETÍCIA DE ABREU FARIA ROCHA
10h20 - 10h40 - AVALIAÇÃO DO CUSTO FINANCEIRO DE ENERGIA ELÉTRICA EM SUBSISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA EM GUARATINGUETÁ OBJETIVANDO PROPOR ALTERNATIVAS PARA A REDUÇÃO DO CONSUMO EM HORÁRIO DE PICO
AILTON CESAR TELES DE BARROS

9h00 - 9h20 - ANÁLISE EXPLORATÓRIA DE DADOS E PROPOSTA DE NORMATIZAÇÃO DOS PRAZOS PARA REPOSIÇÃO DE PAVIMENTOS NOS MUNICIPIOS REGULADOS E FISCALIZADOS PELA ARSESP – AGÊNCIA REGUL